Voltar pagina inicial

Leis Muncipais
Veja aqui

 

Contracheque
Veja aqui

 

Consultas
Veja aqui

 

Ouvidoria
Veja aqui

 

CONSULTA DE PROCESSOS

Veja aqui
 

Transparencia
Veja aqui

 

Nota Fiscal
Veja aqui

 

Agenda 21
Veja aqui

 

Edital
Veja aqui

 

Edital

Veja aqui

Entenda como a nova lei torna mais justa a tarifa de iluminação pública para os cachoeirenses.

       No último dia 20 de dezembro, os vereadores aprovaram o Projeto de lei encaminhado pelo gabinete do prefeito, que altera parte do Código Tributário de Cachoeiras de 2007, e apresenta uma tabela mais justa de pagamento do Custeio do Serviço de Iluminação Pública – Cosip.
A proposta foi motivada pelo déficit em torno de R$ 1,3 milhões por ano, o que obriga o prefeito retirar de outras fontes de pagamento o custeio do serviço de iluminação pública.
Dentro desse custo está inserido o pagamento da energia utilizada pela municipalidade nas vias públicas, excluindo-se os prédios públicos, além de manutenção com fios, lampadas, reatores entre outros. Hoje, em Cachoeiras, são mais de 8 mil pontos de iluminação.
Outro motivo foi a equidade para pagamento, anteriormente, todas as residências pagavam uma taxa única de R$ 10,90 de iluminação, o que era injusto em se tratando de lugares com maior prestação do serviço e outros com menos.
A nova lei também prevê a expansão da rede de iluminação pública para 12 mil pontos, o que representa um aumento do serviço em 50%, além de toda modernização da rede, substituição das lampadas de maior consumo, por lampadas de LED, garantindo uma redução do custo de energia e viabilizando a implantação de câmeras de vigilância no município, garantindo maior segurança aos munícipes.
O prefeito Mauro Soares também destacou a necessidade de ajustar os valores, levando em consideração o consumo das famílias, além disso, o custo da taxa para a zona Rural, onde o serviço é menor, terá uma redução considerável na taxa. - Atualmente todos pagam um único valor residencial, não importa se essa família tem poucos recursos ou se mora em local com menor iluminação, o valor é de R$ 10,90; com a nova lei, oito mil famílias de Cachoeiras pagarão um valor menor, isso representa quase a metade dos cachoeirenses. Quem mora nos lugares com maior iluminação e com com maior consumo, terá um reajuste, pagará um pouco mais. Quero deixar claro para a população que quem consome mais, pagara um pouco mais, não podemos ser injustos com quem consome menos. A nova lei ira socializar melhor os recursos, fazendo também justiça aos menos favorecidos – alertou Mauro Soares





Comunicação Oficial.
post: 07/01/2018



Governo
 
SECRETARIAS SEDE
 
SECRETARIAS
 
ADM. INDIRETA
 
TRANSPARÊNCIA
 
Serviços
 
Publicações
 
Turismo